Trio é preso após prática de estelionato em estabelecimento comercial de Aracaju

0

Nessa segunda-feira, 21, equipes da Delegacia de Defraudações e Combate à Pirataria  (DDCP), efetuaram a prisão em flagrante de três indivíduos identificados como Carlos Alberico Cordeiro Chagas, Juarez Lima Travassos Filho e Adailton Higino dos Santos após investigações confirmarem que o trio vinha realizando práticas fraudulentas apresentando documentação falsa para obtenção de empréstimo junto a um centro de apoio a empreendedores, localizado no bairro Suíssa.

A Delegada do DDCP, Rosana Freitas responsável pelo caso informou devido a constante troca de documentos ocorreu uma demora na localização dos suspeitos. “Em 2016 recebemos uma denúncia dos próprios funcionários da empresa que tinham sido vítimas de algumas fraudes uma vez que eles trabalham realizando empréstimos para pequenos empreendedores, geralmente por meio de contrato de mútuos para duas ou três em grupos, sendo percebido a apresentação de documentos falsos, comprovantes de residência falsos e essas fraudes foram constatadas. Os funcionários denunciaram e a partir daí foi aberto uma investigação aqui na unidade que teve dificuldades de andamento por conta das difivuldades de localização  dessas pessoas já que elas estavam utilizando documentação falsa” afirmou.

A delegada conta que essa é a terceira vez que Carlos Alberico apresentava documentos falsos na mesma empresa com a finalidade de ser favorecido por meio empréstimos fraudulentos. As duas primeiras situações ocorreram no ano de 2015, sendo os fatos noticiados nesta delegacia em 2016, quando então se iniciou uma investigação para apuração dos crimes, culminada na prisão de hoje.

Nessa segunda-feira, 21, equipes da Delegacia de Defraudações e Combate à Pirataria  (DDCP), efetuaram a prisão em flagrante de três indivíduos identificados como Carlos Alberico Cordeiro Chagas, Juarez Lima Travassos Filho e Adailton Higino dos Santos após investigações confirmarem que o trio vinha realizando práticas fraudulentas apresentando documentação falsa para obtenção de empréstimo junto a um centro de apoio a empreendedores, localizado no bairro Suíssa.

A Delegada do DDCP, Rosana Freitas responsável pelo caso informou devido a constante troca de documentos ocorreu uma demora na localização dos suspeitos. “Em 2016 recebemos uma denúncia dos próprios funcionários da empresa que tinham sido vítimas de algumas fraudes uma vez que eles trabalham realizando empréstimos para pequenos empreendedores, geralmente por meio de contrato de mútuos para duas ou três em grupos, sendo percebido a apresentação de documentos falsos, comprovantes de residência falsos e essas fraudes foram constatadas. Os funcionários denunciaram e a partir daí foi aberto uma investigação aqui na unidade que teve dificuldades de andamento por conta das difivuldades de localização  dessas pessoas já que elas estavam utilizando documentação falsa” afirmou.

A delegada conta que essa é a terceira vez que Carlos Alberico apresentava documentos falsos na mesma empresa com a finalidade de ser favorecido por meio empréstimos fraudulentos. As duas primeiras situações ocorreram no ano de 2015, sendo os fatos noticiados nesta delegacia em 2016, quando então se iniciou uma investigação para apuração dos crimes, culminada na prisão de hoje.

Fonte/SSP

Deixe Uma Resposta