TRE cassa mandato da deputada Diná Almeida

0

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SE) decidiu, na tarde desta quinta-feira, 10, pela cassação do mandato da deputada estadual Diná Almeida (Pode) por abuso de poder político e uso indevido de meios de comunicação nas eleições 2018.

Também foi decidido pela inelegibilidade da deputada por oito anos e do prefeito de Tobias Barreto, Diógenes Almeida, seu esposo, acusado de ter atuado para elegê-la.

Diná estava perdendo de 4 x 0 no TRE. Na sessão do dia 31 de setembro, quatro dos sete membros do pleno do tribunal votaram pela cassação do seu mandato e sua inelegibilidade por oito anos. O julgamento não foi finalizado porque a juíza Sandra Regina pediu vistas do processo, ficando de apresentar seu voto na sessão desta quinta-feira.

Na sessão de hoje, mais dois membros do TRE votaram pela cassação do seu mandato seguindo o voto do relator, o desembargador Diógenes Barreto.

A decisão do TRE cabe recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Até o tramite final do processo Diná Almeida segue com o mandato

Deixe Uma Resposta