Tempo Integral: escolas continuam com matrículas abertas

0

As unidades escolares de Ensino Médio que ofertam o modelo integral – Programa Escola Educa Mais – permanecem com as matrículas abertas. Até o momento já são 2.959 alunos matriculados nesta modalidade de ensino em Sergipe. Para realizar a inscrição basta o pai ou responsável pelo aluno acessar o link do Portal da Matrícula (http://matriculaonline.seed.se.gov.br/EspacoDoAluno), em seguida procurar o nome da instituição e verificar a disponibilidade de vagas.

Os estudantes sergipanos estão distribuídos em 11 escolas da rede estadual da capital e interior que já iniciaram as aulas do ano letivo de 2017 em 10 de abril. Conforme o Núcleo Gestor de Escolas em Tempo Integral, da Secretaria de Estado da Educação (Seed), a partir do dia 15 de maio mais seis colégios também passam a ofertar a modalidade de ensino. Dessa maneira, totalizando para este primeiro semestre 17 unidades escolares.

Para o segundo semestre, mais nove escolas estão em apreciação do modelo e recebendo a equipe para avaliar a adesão. Assim, no ano de 2017 serão 26 escolas da rede, considerando as quatro unidades que desde 2009 já oferecem o ensino médio em tempo integral: Colégio Estadual Vitória de Santa Maria, Centro de Excelência Ministro Marco Maciel, Colégio Estadual Atheneu Sergipense, em Aracaju e, no município de Nossa Senhora da Glória, o Colégio Estadual Manoel Messias Feitosa.

A estimativa, neste primeiro momento, é que com a ampliação desse modelo ao invés de atender 1.800 alunos, serão 5.000 estudantes sergipanos que terão acesso ao Ensino Médio em Tempo Integral.

Modelo de sucesso

 A coordenadora pedagógica do Núcleo Gestor de Escolas em Tempo Integral, Sarah Karenine, ressalta que a implantação do modelo será de forma gradativa, planejada e por meio de adesão, com o propósito de cumprir as determinações da meta 6 das legislações federal, representada pelo Plano Nacional de Educação (PNE), e estadual, que corresponde ao Plano Estadual de Educação (PEE).

“A adesão de Ensino Médio em Tempo Integral é uma oportunidade para a escola vivenciar um modelo de sucesso e que já conta com bons resultados aqui em Sergipe e no País. As ações do Governo de Estado, por meio da Seed,  demostra que há esforço e o comprometimento para ampliar a oferta de vagas e promover a melhoria da qualidade de ensino”, explica Sarah Karenine ao comentar que este novo modelo também favorece o protagonismo juvenil.

Vale elucidar que as unidades escolares que aderirem ao Ensino Médio em Tempo Integral receberão investimentos destinados à infraestrutura. Por consequência, as unidades escolares contarão com repasses de recursos do Governo Federal que serão aplicados na melhoria das instalações físicas, como construção de quadras poliesportivas e refeitórios, nos estabelecimentos que ainda não oferecem esses espaços.

Formação continuada

Ainda de acordo com Sarah Karenine, além da implantação a Seed demostra a preocupação em promover aos docentes a formação continuada para que, dessa forma amplie o repertório e estejam preparados para atender às necessidades dos estudantes.

“Houve a capacitação inicial de 40 horas e outra formação específica, com a duração de três dias, para que os professores possam orientar os alunos na construção do projeto de vida. Terá também a formação para equipe gestora, secretários e coordenação pedagógica e de área e ainda o acompanhamento sistemático da rotina escolar”, diz  Sarah Karenine.

Os profissionais que atuarão nos colégios estaduais de ensino em tempo integral são professores efetivos do Magistério da Rede Pública Estadual de Ensino. Esses docentes foram selecionados por meio de editais para as funções de professor, diretor escolar, secretário escolar, coordenador pedagógico e coordenador financeiro.

A coordenadora pedagógica do Colégio Estadual Dom Luciano, Claúdia Rezende de Souza,  afirma que a Seed oferece aos profissionais todo o suporte necessário e durante as capacitações foi possível ampliar os conhecimentos. “No momento o Dom Luciano está em fase de renovação automática de matrícula e é passada aos pais a informação sobre a importância do Ensino Médio em Tempo Integral, pois acreditamos neste modelo”, afirma.

Confira a relação dos colégios estaduais que já iniciaram no dia 10 de abril a oferta de ensino médio em tempo integral na rede pública estadual de ensino na capital e no interior:

Unidade escolar
Colégio Estadual  Gov. João Alves Filho (Diretoria de Educação de Aracaju – DEA)
Colégio Estadual  Vitória de Santa Maria (Diretoria de Educação de Aracaju – DEA)
Colégio Estadual  Ministro Marco Maciel (Diretoria de Educação de Aracaju – DEA)
Colégio Estadual Prof. Hamilton Alves Rocha (São Cristóvão – Diretoria Regional de Educação 8)
Colégio Estadual Prof.  Nilson Socorro (Nossa Senhora do Socorro – Diretoria Regional de Educação 8)
Colégio Estadual  João de Melo Prado (Divina Pastora – Diretoria Regional de Educação 5)
Colégio Estadual  Prof. Raimundo Mendonça de Araújo (Indiaroba – Diretoria Regional de Educação 1)
Colégio Estadual  Manoel Messias Feitosa (Nossa Senhora da Glória – Diretoria Regional de Educação 9)
Colégio Estadual  28 de Janeiro (Monte Alegre – Diretoria Regional de Educação 9)
Colégio Estadual  Marechal Pereira Lobo (Neópolis – Diretoria Regional de Educação 6)
Colégio Estadual  Professora Maria das Graças Menezes Moura (Itabi – Diretoria Regional de Educação 7)

 

As seis escolas que darão início às aulas no dia 15 de maio são:

Unidade escolar 
Colégio Estadual Santos Dumont  (Diretoria de Educação de Aracaju – DEA)
Colégio Estadual Dom Luciano (Diretoria de Educação de Aracaju – DEA)
Colégio Estadual  Atheneu Sergipense (Diretoria de Educação de Aracaju – DEA)
Colégio Estadual  José Rollemberg Leite (Diretoria de Educação de Aracaju – DEA)
Colégio Estadual  Sen. José Alves do Nascimento (Diretoria de Educação de Aracaju – DEA)
Colégio Estadual  Joana de Freitas Barbosa (Propriá – Diretoria Regional de Educação 6)

 

Da assessoria

 

Deixe Uma Resposta