SES reforça: Sergipe não faz parte da área endêmica da febre amarela

0

A febre amarela não é transmitida de pessoa para pessoa. A transmissão urbana da doença só é possível através da picada do mosquito Aedes aegypti. A afirmação é da Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Giselda Melo, que se mostra preocupada com o afã das pessoas em correrem para as unidades de saúde em busca de vacinação. “A imunização não pode ocorrer de forma indiscriminada porque não estamos em área de risco para a febre amarela”, atestou.

Segundo informações da diretora, Sergipe não tem registros da doença. “Desde que se implantou no Estado o Sistema de Notificação de Doenças Compulsórias, no ano 2000, jamais houve notificação de casos de febre amarela em Sergipe”, assegurou Giselda Melo, informando que desconhece a existência de registros anteriores à implantação do sistema.

Como Sergipe não faz parte da área endêmica da febre amarela, só podem ser vacinados os viajantes com destino às cidades e regiões onde há o registro da doença. “Só estamos vacinando as pessoas que vão viajar e com a comprovação da viagem. Se a gente vacina indiscriminadamente, poderemos ocorrer no erro de vacinar quem não precisa e deixar de imunizar aquele que precisa da vacina”, salientou Teles.

Segundo ela, hoje o estoque de vacinas é de seis mil doses, número que pode oscilar a qualquer momento a partir das demandas dos municípios. Acondicionadas em frascos de cinco e 10 doses, a vacina é repassada para a capital e interior de acordo com as necessidades das unidades de saúde.

Carnaval

Para reforçar o estoque, o Programa Estadual de Imunização solicitou ao Ministério da Saúde mais 20 mil doses da vacina. “Estamos às vésperas do Carnaval e sabemos que muitos sergipanos curtem a festa em Salvador. Então vão precisar ser imunizados. Mas, é importante que as pessoas comprovem a viagem. Do contrário não receberão a vacina”, confirmou Teles.

Vacinação

Veja na capital os locais de vacinação:

UBS Sinhazinha (Grageru) – quartas e sextas-feiras

UBS Edézio Vieira (Siqueira Campos) – segundas e quintas-feiras

UBS Joaldo Barbosa (Bairro América) – terças e quartas-feiras

UBS Augusto César Leite (Santa Tereza) – segundas e quartas-feiras

UBS Maria do Céu (Centro) – terças e sextas-feiras

UBS José Machado se Souza (Santos Dumont) – segundas e terças

UBS Lauro Dantas (Bugio) – quartas e sextas-feiras

UBS Celso Daniel (Santa Maria) – segundas e quintas-feiras

IPES (São José) – quintas-feiras

Deixe Uma Resposta