Alessandro Vieira protocola CPI dos tribunais superiores e diz que a população cobra transparência

0

O senador Alessandro Vieira (PPS-SE) informou nesta terça-feira (19) em Plenário que apresentou à Mesa do Senado novo requerimento para abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os tribunais superiores. O parlamentar disse que o pedido contou com a assinatura de 29 senadores e contém 13 fatos determinados elencados e que para ele demandam que se exija apuração. Ele esperar que a Casa atenda à vontade popular, a qual pede um Judiciário mais transparente e sem interferências.

— O Judiciário transparente e eficaz é pedra basilar de uma democracia sadia, mas o Judiciário hoje é opaco, lento e seletivo. É, pelo contrário, um prenúncio de ditadura, a ditadura dos poderosos, a ditadura daqueles que têm o maior poder econômico e, por conta disso, conseguem melhores condições de atuar naquela seara — criticou.

Para Alessandro, o maior entrave para o acolhimento e aprovação do pedido de criação da CPI não é técnico nem regimental, é político. Ele desconsidera a afirmação de que os trabalhos do colegiado seriam entraves para a governabilidade.

— Hoje a tal governabilidade é o último refúgio dos canalhas. Sob o pretexto da governabilidade, já foram feitas barbaridades neste Brasil: partidos foram destruídos, biografias foram arruinadas, sob a justificativa de que era preciso garantir a governabilidade. Nada disso se sustenta. São justificativas cínicas para se fazer aquilo que sempre se fez no Brasil, para manter os poderosos de sempre imunes à ação da Justiça, imunes à transparência que o cidadão brasileiro tanto demanda — afirmou o senador.

Agência Senado

Deixe Uma Resposta