Secretário da Fazenda presta contas na Alese

0

Na manhã desta quinta-feira (14) , a convite do presidente da Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e Tributação da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), deputado Zezinho Guimarães (MDB), o secretário de Estado da Fazenda, Ademário Alves de Jesus, que já se encontra na Casa Legislativa, presta contas do primeiro quadrimestre do exercício de 2018, atendendo ao dispositivo da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O secretário Ademário Alves, em síntese, explicou que à apresentação dos dados que serão expostos logo mais na Sala das Comissões, tendo como foco o quadrimestre de 2018. Segundo Ademário, o último quadrimestre terminou há seis meses e foi contemplado em comparativo – 2017/2018. Além da apresentação do quadrimestre, também será apresentado uma perspectiva para o próximo período, que segue até o final do ano.

Na ocasião, Ademário explicou que as perspectivavas para concluir o ano de 2018 são positivas, uma vez que o volume orçamentário não houve grandes modificações. Segundo o secretário, o crescimento da receita está próximo do previsto do crescimento econômico ou reposição da inflação, da mesma forma uma leve elevação de despesa em linha com as previsões inflacionárias.

O leve aumento nas despesas do estado está pulverizado, segundo Ademário. “As despesas são incrementadas e naturalmente todos os fornecedores, prestadores de serviços acabam repassando isso para o seu preço”, disse acrescentando “não há uma concentração específica em um órgão ou secretaria, e sim um crescimento próximo da inflação em todos os órgãos”.

Em comparativo aos anos de 2015 e 2016, auge da atual crise econômica nacional e estadual, o secretário explicou que 2018 tende a ser melhor e que o exercício de 2017 foi um ano cujo o país teve uma média de crescimento de 1%.

Segundo Ademário, a perspectiva para 2018 é que haja um crescimento econômico um pouco superior ao ano passado e será refletido naturalmente na melhoria efetiva da receita, no que desrespeito sobretudo as transferência institucionais porque elas são incrementadas com base no crescimento econômico.

Durante sua apresentação aos deputados, Ademário disse que irá abordar as medidas que o estado já vem adotando, no sentido de melhorar a produtividade, melhorar a eficiência, objetivando aumentar a arrecadação e descolar um pouco o percentual de crescimento econômico.

Por Rede Alese

Deixe Uma Resposta