Pré-candidata do PSTU é única mulher na disputa ao governo de Sergipe

0

O PSTU terá candidato a governador nas eleições deste ano em Sergipe. O partido lançou hoje, 7, como pré-candidata ao governo a operária Gilvani Alves, 50 anos, que é petroleira e dirigente do sindicato da categoria (Sindipetro AL/SE), e como vice o operário da indústria de cimento, Djenal Prado, 57 anos.

O pré-candidato a presidente da República pelo PSTU é a sergipana Vera Lúcia, que já concorreu ao governo de Sergipe e a Prefeitura de Aracaju nas últimas eleições estaduais e municipais.

O Partido, que nas últimas eleições não fez coligações, deve seguir a mesma orientação para as eleições deste ano. “Nosso programa para governar Sergipe é radical. É profundamente contra tudo que está aí”, explica Djenal.

“Queremos chamar os trabalhadores a derrubar Belivaldo, Jackson e essa assembleia legislativa inútil e corrupta. Também a lutar contra Amorim, Valadares, André Moura, Edivaldo e o PT, que se afunda no mesmo mar de lama. Todos eles já passaram pelo governo, há décadas têm cargos públicos e a vida do trabalhador sergipano só piora. O único compromisso que eles têm é com os empresários que financiam suas campanhas”, revela.

Propostas

Entre as propostas do PSTU estão redução da jornada de trabalho, sem redução de salários para combater o desemprego, além de um plano de obras públicas em áreas essenciais como saneamento básico, construção de escolas e hospitais; reforma agrária radical, sob controle dos trabalhadores do campo; ocupação das fábricas que foram fechadas; fim das isenções fiscais e expropriação das empresas que foram beneficiadas e demitiram trabalhadores; Não a privatização, Petrobras, Deso e Banese 100% estatais, sob o controle dos trabalhadores.

Da Redação

Deixe Uma Resposta