Os desafios e propostas para o próximo governante de Sergipe

0

No próximo dia 07 de outubro, o país votará em mais uma eleição para diversos cargos. Milhares de candidatos estão disputando as seguintes vagas: presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.  No atual momento, analisar as propostas e os serviços prestados de cada postulante às vagas é um importante papel do cidadão consciente dos seus deveres. A Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES), sempre buscando o desenvolvimento do nosso estado e atenta às necessidades econômicas e sociais, traça um breve perfil do que deve ser feito nos próximos quatro anos.

Um dos principais problemas que deverão fazer parte da pauta do próximo governador de Sergipe é a atração de novas indústrias para o estado e, por consequência, aumentar o número de vagas no mercado de trabalho. O último balanço desse quesito, analisado pelo Boletim Sergipe Econômico, mostra que em julho, o saldo negativo de empregos formais ficou em 302 postos. O fechamento de algumas fábricas importantes nos últimos anos também colaborou para o declínio no número de profissionais contratados do mercado. Políticas públicas de incentivo às indústrias já instaladas também são bem-vindas nesse momento turbulento. Diminuir a burocracia e facilitar o acesso do empresariado ao crédito, por meio do banco estadual, são ações primordiais para o incremento da economia local.

Um dos fatores que colaboram também para o desenvolvimento do país como um todo é sua infraestrutura. A manutenção de nossas estradas e rodovias é primordial para o escoamento da produção local, pois esse ainda é o meio de transporte prioritário no Brasil. Acelerar o término da duplicação da BR-101, por meio de recursos oriundos do Governo Federal, é outro fator que contribuirá para melhorar a movimentação das cargas em nosso estado.  De acordo com estudo lançado recentemente pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), é exatamente a queda de investimentos do setor público que está debilitando a nossa já incompleta infraestrutura. Parcerias público-privadas seriam uma das saídas apresentadas por esse documento para sanar essa questão.

Investimentos na educação e saúde também são questões fundamentais para alcançar o nível de desenvolvimento desejado. Apesar de pequena melhora, Sergipe não alcançou a meta do índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para o Ensino Médio, de acordo com dados divulgados no início de setembro. Incentivar a capacitação dos profissionais, além da valorização profissional devem ser o ‘norte’ das ações implementadas nos próximos quatro anos. Além disso, na área da saúde, deve ser revisto o aparato dos hospitais regionais para atender a demanda local, sem que haja a superlotação diária do Hospital de Urgências de Sergipe. Uma sociedade saudável e bem cuidada é sinal de prosperidade e desenvolvimento. Tudo que os sergipanos querem para esse quadriênio que se aproxima.

Essas e outras propostas estão contidas em um documento intitulado “Propostas da Indústria 2018”, compilado por técnicos da FIES e que traz um direcionamento dos assuntos pertinentes ao setor industrial para o próximo governador. São propostas possíveis e que buscam a recuperação econômica e social do nosso combalido estado.

A Federação das Indústrias do Estado de Sergipe acredita que a eleição é um momento do cidadão exercer a democracia, duramente conquistada há pouco mais de três décadas, e que pela sua importância, deve ser tratada com suma importância. Analise, pesquise e vote no candidato que tenha condições de exercer seu mandato com lisura e em prol de toda sociedade.

Da assessoria

Deixe Uma Resposta