Operação Finalizar: Nove pessoas são presas, além de 56 papelotes de drogas apreendidas em Itabaiana

0

A Polícia Civil de Sergipe, por meio da Delegacia Regional de Itabaiana, deflagrou nas primeiras horas da manhã dessa quinta-feira, 21, uma operação preventiva visando combater crimes relacionados ao tráfico de drogas, roubos e homicídios no município serrano do Estado.

Além do efetivo de unidades da Polícia Civil, composto por policiais da Coordenadoria de Polícia Civl do Interior (COPCI), Delegacias de Malhador e da Regional de Itabaiana, os trabalhos contam também com o apoio dos policiais militares do 3º Batalhão (3ºBPM) e da Companhia Independente de Patrulhamento com Cães (CIPCães) e do Grupamento Tático Aéreo (GTA).

Ao total, nove pessoas foram presas decorrentes dos cumprimentos de mandados de prisão e de busca e apreensão nos dias de hoje e na última segunda-feira, 18. Entre eles, está Robson Góis dos Santos, 19 anos, mais conhecido como “Robinho”, acusado de ser o autor do disparo que vitimou o vigilante Josivan da Silva Mota, 28 anos, no dia 04 de novembro deste ano. Também foram apreendidos 56 papelotes de maconha.

Além de Robinho, foram presos: Genisson de Jesus Macenas, 19 anos, preso em flagrante por porte ilegal de drogas; Felipe de Jesus Silva, 19 anos, vulgo “Burra Cega”; Leandro Ribeiro Santana, 28 anos; Ramon Luis dos Santos, 33 anos, preso pelo crime de violência doméstica; Márcio Santana Conceição, 24 anos, popularmente conhecido como “Lobisomem”; Jeferson Bispo Silva, 22 anos; José Antônio dos Santos Lima, 27 anos; Carlos Henrique Trindade, 47 anos, preso em flagrante com 56 papelotes de maconha. Carlos cumpria liberdade condicional por meio do tornozeleira eletrônica.

Balanço de 2017

No ano de 2017, a Delegacia Regional de Itabaiana deflagrou diversas operações, entre elas, as operações “Baixada, Irmãos Metralha, Trezena, Intolerância, Anti Metastase, Descarrilhar, Catedral e Queimadas.

Ao  total, foram efetuadas 192 prisões, além da apreensão de 47 armas de fogo  e de aproximadamente 90kg de entorpecentes, o que resultou em uma redução de -20% nos casos de homicídio doloso, como também na redução de -26% nos crimes de roubo. 

Fonte/SSP

Deixe Uma Resposta