O repasse de royalties para Sergipe ultrapassou os R$ 27 milhões, entre janeiro e abril deste ano

0

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mostrou que o pagamento de royalties do petróleo e gás natural para o estado ficou em R$ 6 milhões, em abril deste ano, referente à produção do mês de fevereiro de 2018. O montante recebido foi 5% superior ao recebido no mesmo mês do ano passado (abril/2017), cujo repasse total havia sido de R$ 5,7 milhões.

Na comparação mensal (março/2018), houve queda de 18,8%. Entretanto, no acumulado do ano, janeiro a abril deste ano, os repasses ultrapassaram os R$ 27 milhões, com crescimento de 4,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Todas as variações aqui referidas são em termos absolutos, ou seja, sem considerar o efeito da inflação no período.

Royalties dos Municípios

No quarto mês de 2018, os municípios de Japaratuba, Carmópolis e Aracaju apresentaram os maiores repasses de royalties, somando aproximadamente R$ 1,22, R$ 1,15 e R$ 1,06 milhão, respectivamente. Outros municípios como Divina Pastora, Estância e Itaporanga D’Ajuda, também apresentaram recebimentos elevados, sendo R$ 952, R$ 934 e R$ 924, respectivamente. Entre os demais municípios, Siriri, Pirambu, Riachuelo, Maruim, São Cristóvão, Brejo Grande, Areia Branca e Pacatuba, receberam royalties entre R$ 804 e R$ 649 mil, referentes à extração de petróleo e gás.

NIE/FIES

Deixe Uma Resposta