Novo LIRAa apresenta queda de municípios com alto índice de infestação pelo Aedes

0
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou nesta quarta-feira, 11, o resultado do quinto Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRAa) realizado de 2 a 6 de setembro. Os números mostram uma diminuição dos municípios sergipanos com alto risco de infestação. No quarto LIRAa eram 26 e no atual levantamento são apenas 10. Assim, dos 75 municípios, 17 estão com risco baixo, 48 com risco médio e 10 em alto risco. O LIRAa é feito a partir da coleta de larvas que permite a identificação de criadouros predominantes e a situação de infestação de cada localidade.
A diretora de Vigilância em Saúde, Mércia Feitosa, ressalta que as ações de combate ao Aedes Aegypti têm de ser continuadas. “É um trabalho contínuo dos agentes e a participação efetiva da população. Esses 10 municípios apontados pelo LIRAa como alto risco serão visitados pela Brigada Itinerante para intensificação das ações de controle. Não dá para vacilar, mesmo os municípios que apresentaram redução nos índices, devem implementar as ações”, disse Mércia.
Os municípios que estão com alto risco de infestação são: Capela, Itabaiana, Japoatã, Nossa Senhora da Glória, Porto da Folha, Riachão do Dantas, Ribeirópolis, Salgado, Simão Dias e Tomar do Geru. Já São Domingos e General Maynard que estavam com risco alto de infestação foram para baixo risco e os outros 14 se encontram com risco médio.
“A atuação da Brigada, as estratégias utilizadas em cada município, surtiram esse efeito. A prioridade era atuar nos municípios com alto índice, que era o elenco de 26, nós atuamos até agora em 22, e desses municípios que tiveram a atuação da Brigada conjuntamente, 17 reduziram os índices de infestação. É uma estratégia positiva com reflexo em curto tempo”, comentou a diretora.

Deixe Uma Resposta