Negando acordo

0

Do governador ao ser questionado se existe um “acordo branco” entre ele e o deputado federal André Moura (PSC) para o Senado, como se especula: “Nunca. Isso não existe. O problema é que tem muitos prefeitos ligados a mim que André tem procurado ajudar. O Estado está em situação difícil e André tem conseguido ajudar alguns. Tem prefeitos do deputado que são simpáticos a Jackson Barreto. Ai faz esse casamento, que não aconteceu na eleição passada por ter sido apenas uma vaga para o Senado. Agora são duas vagas”.

Lembrou as eleições de 2010, quando Eduardo Amorim e Antônio Carlos Valadares eram os candidatos a senador da coligação de Marcelo Déda e as lideranças políticas estavam votando em Eduardo e Albano Franco, que era candidato independente ao Senado. “Precisou Déda e o então presidente Lula, em discurso de campanha no mercado de Aracaju, interferirem publicamente para que os aliados votassem nos dois senadores da coligação”, afirmou, enfatizando que ele também trabalhou nisso.

Deixe Uma Resposta