Mudanças no layout do Nestor Piva agilizam fluxo de atendimento no hospital

0

Para reconstruir a qualidade de vida dos aracajuanos e oferecer uma saúde pública digna à população, a atual gestão tem feito mudanças significativas na rede de Saúde. O layout do Hospital Nestor Piva (Zona Norte), por exemplo, está sendo modificado e, somente com o reposicionamento de alguns setores estratégicos, já houve uma melhora no fluxo de atendimento na unidade, garantindo uma assistência mais rápida aos Usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre as mudanças, que servirão também para adequar o layout do hospital aos parâmetros da classificação de risco, está a da farmácia que foi transferida para um novo espaço, ficando mais próxima das salas de observação masculina e feminina, atendendo assim a classificação Amarela, que é relativa  aos casos de urgência.

O local em que se encontrava a farmácia, agora é destinado aos atendimentos aos pacientes de baixa complexidade, que exigem medicação rápida, sendo classificada como alas Azul e Verde. “Com essas mudanças, o hospital poderá oferecer maior resolutividade na assistência ao paciente”, disse o secretário municipal da Saúde, André Sotero, enfatizando ainda que uma das prioridades da gestão é, também, implantar a classificação de risco no Hospital Nestor Piva.

Ele explica que ainda serão feitas novas mudanças, mas que, com as que já foram realizadas até o momento, já é perceptível a melhora no fluxo do atendimento e na qualidade da assistência aos pacientes.

“A sala de medicação rápida está funcionando, provisoriamente, na mesma área da observação masculina e feminina, porém, em breve, haverá novas mudanças e ela será separada. A medicação rápida terá um espaço próprio, o que garantirá ainda mais o melhor funcionamento do hospital. Mas, com as mudanças que já foram realizadas no layout até o momento, é perceptível a melhora no fluxo dos atendimentos e na qualidade da assistência aos pacientes e queremos avançar muito mais”, ressalta o secretário.

Melhorias

A gerente de enfermagem do Nestor Piva, Ana Paula Leite, confirma que, com as alterações, houve melhorias na unidade como um todo. “Já sentimos a diferença no fluxo e quando a medicação rápida for para um novo local, com certeza, será melhor ainda. O tempo de espera para o atendimento será ainda menor”, afirma. Por dia, em média, o hospital atende cerca de 350 pacientes.

Da assessoria

Deixe Uma Resposta