Ministro manda Ibama de Sergipe notificar Shell sobre barris de petróleo encontrados no estado

0

A Shell deve ser notificada nessa segunda-feira, 14, pelo Ibama para que preste esclarecimentos sobre barris com inscrição do lubrificante encontrados no litoral de Sergipe. A determinação é do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, baseado em análises feitas pela Universidade Federal de Sergipe que mostra que o material nos barris é o mesmo das manchas de óleo encontradas nas praias nordestinas.

De acordo com o ministro, a empresa terá 24 horas para prestar esclarecimentos depois de notificada.

Em nota, a Shell afirmou que o conteúdo original dos tambores localizados na praia da Formosa, no Sergipe, não tem relação com o óleo cru encontrado em diferentes praias da costa brasileira. Segundo a empresa, são tambores de lubrificantes para embarcações produzidas fora do país.

Quando começou

Desde o dia 2 de setembro, praias do litoral do Nordeste brasileiro registraram manchas de óleo nas praias e também em animais. Até o momento são cerca de 150 locais de mais de 55 municípios em nove estados foram afetados.

Em Sergipe, as manchas chegaram primeiro na Praia de Pirambú no dia 24 de setembro. Em Aracaju, na Praia da Coroa do Meio, elas apareceram dia 3 de outubro.

O óleo, segundo análise molecular feita pela Petrobras a pedido do Ibama, sugere que o material encontrado no Nordeste é petróleo cru e que sua origem não é brasileira.  A Polícia Federal continua investigando o desastre ambiental.

Deixe Uma Resposta