Referendo revogatório

0

O vice-presidente nacional do PT, Márcio Macêdo, defendeu, em entrevista concedida nesta sexta-feira, que seja feito um referendo para que os brasileiros possam opinar sobre as recentes legislações aprovadas pelo Congresso, a exemplo da lei do Teto de Gastos e da reforma trabalhista – e também da mudança na Previdência, caso se concretize.

 “Esta é a tese que tenho defendido junto ao presidente Lula. Ele é hoje o primeiro colocado em todas as pesquisas, já aparecendo com chances reais de vitória do primeiro turno, então eu defendo que ele faça um referendo que possa ouvir a população sobre estas mudanças que Temer tem feito na lei, e que seja revogatório, caso a maioria da população assim decida”, afirmou.

Por falar em Lula, Márcio Macêdo criticou nesta sexta-feira, 15, a decisão da Justiça que agendou o julgamento do ex-presidente para o dia 24 de janeiro. “Estamos tranquilos em relação ao julgamento de Lula. Não tem prova material, não tem crime. Se ele for condenado, será uma injustiça contra o ex-presidente. Lanço um desafio: apresentem uma prova contra Lula. Uma condenação sem provas é crime, é rasgar a Constituição Brasileira. Está muito evidente que o medo de Lula ganhar a eleição está fazendo com que queiram impedi-lo de disputar a eleição. Deixa o Lula disputar a eleição, e que o povo o julgue”, defendeu.

Deixe Uma Resposta