João Daniel repudia troca de apoio à reforma da previdência por R$ 40 milhões denunciada pela Folha

0

 

O deputado federal João Daniel (PT/SE) externou sua preocupação com a denúncia publicada no jornal Folha de São Paulo desta quarta-feira, dia 24, de que o governo de Jair Bolsonaro ofereceu R$ 40 milhões em emendas parlamentares aos deputados que votassem favoráveis à reforma da Previdência. Deputados da base de apoio ao governo partiram para o bate-boca e quase agressões pela citação à matéria publicada, que ganhou rapidamente repercussão nacional.

Segundo a reportagem, a oferta teria sido feita pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em jantar na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Os mais R$ 40 milhões em emendas parlamentares seriam até 2022. “Este é o preço que Bolsonaro está impondo a esta Casa para aprovar um projeto contra o povo trabalhador. Esta reforma vai trazer miséria, desemprego e, para ser aprovada, a denúncia está nos jornais em nível nacional”, disse o deputado João Daniel, ao ser interrompido com pelo deputado José Medeiros (Pode/MT), tendo desrespeitado o seu direito de fala.

João Daniel acrescentou que não adiantava os deputados da situação gritarem, porque esta é a denúncia que foi divulgada pela Folha e pelo portal UOL. O deputado lamentou que esta seja a “nova política”. “Baseada nas caneladas, nas fakenews e na submissão do povo brasileiro ao estado mínimo, à humilhação e ao medo”, disse. De acordo com matéria da Folha de São Paulo, a informação da oferta dos R$ 40 milhões teria sido confirmada com líderes de cinco partidos.

“Uma das principais promessas de campanha de Bolsonaro foi acabar com o ‘toma lá dá cá’. Mas a reforma da Previdência, que é a principal proposta deste governo, já fez mudar essa lógica”, disse, ao repudiar a proposta de reforma da Previdência, a qual votará contrário.

Deixe Uma Resposta