Gestão de Edvaldo Nogueira não pode ficar omissa aos animais que estão sofrendo nas ruas de Aracaju, cobra Kitty

0
A violência contra animais e a ausência de políticas públicas por parte da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) à causa animal foram duramente criticadas pela vereadora Kitty Lima (Rede) na manhã desta quarta-feira, 05, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA).

Em um discurso contundente, a parlamentar emitiu fortes críticas à gestão do prefeito Edvaldo Nogueira diante do caso da cadela resgatada por ela na porta do Centro Administrativo Aloysio Campos, onde fica o gabinete do prefeito. Kitty foi procurada pelos próprios servidores que buscaram ajuda para o animal que estava bastante debilitado.

“Esse animal estava muito mal, visivelmente debilitado, largado na porta da prefeitura. Fui chamada para socorrê-lo porque a prefeitura não tem sequer uma política pública para casos desta natureza, uma vergonha. Edvaldo se comprometeu em campanha com a causa animal, que nada mais é do que políticas de saúde pública fundamentais para nossa capital, mas até hoje nada foi feito. Se o prefeito é incapaz de enxergar os problemas que estão na porta da sua casa, imagine aqueles que acontecem por toda a cidade”, alfinetou Kitty.

A vereadora lembrou que durante sua campanha, Edvaldo Nogueira prometeu a criação de um pronto de socorro veterinário, mais uma promessa eleitoral vazia.

“A população sabe da ausência de políticas públicas para os animais. Aracaju não possui um pronto de socorro veterinário, uma promessa de campanha de Edvaldo que depois de eleito nem toca mais nesse assunto, sequer me recebe para tratarmos sobre esse projeto. No início da gestão cheguei a me reunir com ele e propor uma parceria com a UFS [Universidade Federal de Sergipe] para criação do primeiro Hospital Veterinário Público de Aracaju, uma vez que a universidade já possui a estrutura adequada para isso. Infelizmente o prefeito não demonstrou interesse em colocar esse projeto para frente”, lamentou.

Defensora dos animais e representante legítima da causa animal na CMA, Kitty Lima voltou a falar das dificuldades enfrentadas diariamente pelos protetores no trabalho que é desenvolvido por conta da inoperância do Poder Público.

“É um trabalho difícil porque são inúmeros casos que recebemos todos os dias. O caso da cadelinha resgatada na porta da prefeitura serve como um alerta desse descaso para que a sociedade cobre da atual gestão a criação de políticas públicas eficazes. A gestão não pode ficar omissa aos animais que estão sofrendo nas ruas de Aracaju e que não temos para onde levá-los para serem devidamente tratados”, pontuou.
A cadela resgata na porta da PMA foi levada por Kitty ao veterinário e, após ser medicada, ficará sob os cuidados da parlamentar até encontrar um novo lar.

Deixe Uma Resposta