Exposição homenageia feminista Lélia Gonzalez em Aracaju

0

O Governo de Sergipe, por meio da Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe/FUNCAP, lança no dia 10 de maio, às 10h, a Exposição intitulada “Lélia Gonzalez – O Feminismo Negro no Palco da História”, no Corredor Cultural Wellington Santos, ‘Irmão.  O objetivo do evento é trazer uma exposição literária, onde o público tenha entendimento da importância da arte e da educação, tendo como propósito principal a discussão através da leitura. A curadoria do evento é da Secretária de Promoção da Igualdade Racial de Laranjeiras, Jane Junqueira e Sandra Dantas.

Educadora, ativista e intelectual de destaque, Lélia Gonzalez contribuiu para a formação de uma consciência crítica em relação aos preconceitos que mantêm mulheres negras em desvantagem na sociedade. Uma das pioneiras do feminismo negro no Brasil marcou presença no Estado de São Paulo, em diversos encontros. Um deles, o Ato Público de 1978, que deu origem ao Movimento Negro Unificado (MNU), do qual foi uma das fundadoras e participou de suas atividades, até o ano de 1982. Trabalhou para a análise dos preconceitos contra as mulheres negras e as desvantagens delas na sociedade. Lélia Gonzalez morreu aos 59 anos, no Rio de Janeiro, em 10 de julho de 1994.

A exposição fica aberta ao público até o dia 9 de junho, pode ser visitada das 8h às 17h, sem intervalo para o almoço. O Corredor Cultural Wellington dos Santos, ‘Irmão’, está situado na Rua Vila Cristina, 1051. Bairro 13 de Julho – Aracaju/SE.

Deixe Uma Resposta