Ex-candidato a senador Henri Clay vai processar advogado

0

NOTA À IMPRENSA

Após um período de licenciamento da Presidência da OAB de Sergipe para concorrer ao cargo de Senador da República, reassumo o exercício da função a fim de concluir o meu mandato em 31 de dezembro deste ano.

Neste momento, a advocacia sergipana se mobiliza para eleger uma das três chapas compostas, individualmente, por 82 colegas advogados e advogadas que representarão a OAB/SE no triênio 2019/2021. É natural, portanto, que ocorram disputas democráticas pautadas na ética, em propostas e na altivez inerentes à dignidade da advocacia sergipana.

Contudo, mesmo não sendo candidato a qualquer cargo no presente pleito da OAB/SE – e poderia sê-lo, pois não há impedimentos legais –, estou sendo vítima de uma mentira grosseira patrocinada pelo candidato a presidente da Instituição, Arnaldo Machado, ao afirmar que utilizei a OAB para favorecer minha candidatura ao Senado.

A denúncia caluniosa da qual sou vítima, lamentável e deplorável sob todos os aspectos, advém de uma estratégia bisonha para tentar macular a minha honra e enganar as pessoas. A prestação de contas que tenho apresentado ao TRE/SE prova que fiz uma campanha limpa, transparente, usando recursos financeiros próprios.

Destaco com orgulho e gratidão o maciço apoio espontâneo que recebi dos colegas advogados e advogadas à minha candidatura ao Senado. A força da advocacia foi muito importante para a expressiva votação que obtive, de quase 110 mil votos, chegando a ser, inclusive, o segundo mais votado em Aracaju.

Quanto ao candidato Arnaldo Machado, não travarei com ele nenhum debate público, em respeito, zelo e amor à história e à imagem da OAB/SE e aos valores éticos da advocacia sergipana. O seu palanque adequado será providenciado na Justiça Federal, onde ele terá oportunidade de ampla defesa como réu em processo criminal.

Aracaju, 21 de Outubro de 2018
Henri Clay Andrade

Deixe Uma Resposta