Espera e negociação

0

urnaNessa reta final de prazo para filiação partidária (02 de outubro) intensificam as conversas para troca-troca de partido, mas as indefinições ainda são muitas em Sergipe.

O ex-deputado estadual Gilmar Carvalho deixou o Partido da Solidariedade (SD), liderado no Estado pelo deputado federal Laércio Oliveira. Mas ainda não bateu o martelo com relação ao seu destino partidário.

O vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB) vai deixar o ninho tucano, mas ainda discute se vai se filiar ao SD ou ao PROS. A possibilidade maior é de filiação ao SD junto com o ex-governador também tucano Albano Franco. Os dois já tiveram várias conversas com Laércio.

Os quatro prefeitos do PSDB em Sergipe também deixaram o ninho tucano, por conta da mudança de comando do partido, que passou a ser dos irmãos Amorim. A primeira a sair foi Gracinha, de Itaporanga d´Ajuda. Ainda não está definido o destino partidário deles.

Já alguns deputados estaduais e dezenas de vereadores com mandato aguardam a abertura da “janela partidária” para deixarem seus partidos. Muitos já sabem para onde pretendem ir, mas só aguardam o Congresso Nacional aprovar, em redação final, a permissão para que eles possam trocar de legenda até 30 dias antes do prazo de filiação exigido em lei, nos casos em que for constatada “mudança substancial ou o desvio reiterado do programa partidário” e a “grave discriminação política pessoal”.

Ontem os senadores votaram a redação final da reforma política. Assim o texto do PLC 75/2015 vai ser reexaminado pelos deputados. O projeto, que que muda três leis – a das Eleições, do Código Eleitoral e a dos Partidos Políticos –  prevê, entre vários pontos, a abertura da janela partidária.

As novas regras, conforme o relator da Comissão da Reforma Política, Romero Jucá (PMDB-RR), só valerão para as eleições municipais de outubro do ano que vem se a proposta for sancionada pela presidente Dilma Rousseff até o dia 2 de outubro. Antes disso, no entanto, o PLC 75/2015, que teve origem na Câmara, terá que ser votado novamente pelos deputados.

Em Sergipe, são três os deputados estaduais que pretendem trocar de partido e estão só no aguardo da “janela partidária”: Gustinho Ribeiro, que deseja deixar o PSD e ingressar no PRP; Augusto Bezerra, que tem pretensões de sair do DEM para se filiar ao PROS; e Capitão Samuel, que quer deixar o PSL para emigrar para o PSDB ou PEN.

Até 02 de outubro ainda tem muita coisa para acontecer no que diz respeito ao troca-troca de partido …

Deixe Uma Resposta