Subvenção da Assembleia: ex-deputado já está de tornozeleira eletrônica

0

Na manhã desta terça-feira, 18, o ex-deputado estadual Paulinho das Varzinhas compareceu à Central de Monitoramento Eletrônico de Presos (CEMEP), no bairro América, para instalação da tornozeleira eletrônica. Ele foi um dia antes do prazo estabelecido pela Justiça para colocar a tornozeleira e ficar em prisão domiciliar.

Paulinho terá que cumprir mais de 12 anos de prisão a partir dessa quarta-feira, 19, após ser condenado pela acusação de envolvimento de desvio de recursos de subvenções da Assembleia Legislativa. A decisão do cumprimento da pena a partir desta data partiu do desembargador Roberto Porto, que expediu mandato.

O ex-deputado foi condenado à prisão em abril de 2018 pelos crimes de peculato e organização criminosa.  Só não foi preso naquele ano pelo fato da defesa ter conseguido no Superior Tribunal Federal (STF) uma decisão liminar em habeas corpus, impedindo a prisão  até o fim do processo.

Ele cumprirá pena em prisão domiciliar por problemas de saúde, conforme atestados médicos apresentados pela sua defesa.

O ex-deputado estadual Augusto Bezerra, condenado também a mais de 12 anos de prisão pelas mesmas razões que Paulinho das Varzinhas, tem até amanhã às 17h para se apresentar no Presídio Militar de Aracaju, onde cumprirá pena em cela especial por ter nível superior.

Deixe Uma Resposta