Empregados do Hospital de Estância condicionam fim da greve à pagamento de salário

0
Os empregados do Hospital Amparo de Maria (HRAM), em Estância, decidiram que só irão suspender a greve que dois meses depois que a direção do hospital fizer o pagamento do salário de outubro. Esta decisão foi deliberada durante a assembleia da categoria realizada, nesta quinta-feira, 31, com a direção do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa).

Na ocasião, o sindicato apresentou a proposta do novo interventor do hospital, que se comprometeu a pagar o salário de outubro nesta sexta-feira. Ele ainda pediu prazo para tomar conhecimento de toda a situação do hospital, todos os débitos e poder negociar com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Na assembleia, os trabalhadores estipularam o prazo até 18 de novembro para que o interventor possa fazer estas medidas, mas desde que haja o pagamento salarial nesta sexta-feira e, por tabela, a suspensão da greve.

Ficou ainda marcado que a próxima assembleia da categoria será no dia 18 de novembro, quando a direção do Sintasa poderá apresentar aos empregados do HRAM sobre o andamento da situação prometida pelo interventor, que precisa apresentar propostas ainda dos pagamentos dos salários pendentes, 13° salário e auxílio-férias.
Participaram da assembleia, o presidente do Sintasa, Augusto Couto, a diretora Maria de Lourdes e o gerente administrativo Janderson Alves.

Deixe Uma Resposta