Eleições das surpresas

0

O resultado das eleições em Sergipe foi surpreendente em todas as esferas. Primeiramente porque as últimas pesquisas de intenções de voto davam o candidato a governador Valadares Filho (PSB) liderando para o governo com Belivaldo Chagas (PSD) empatado tecnicamente, mais um pouco atrás.

Abertas as urnas, Belivaldo chegou bem na frente com quase o dobro dos votos de Valadares Filho ao conquistar 403.252 votos (40,84%) contra 212.169 votos (21,49%) de VF. BC, inclusive, ganhou do candidato do PSB em Aracaju, que disputou duas vezes a Prefeitura de Aracaju, e na sua terra natal Simão Dias.  No município, terra dos dois candidatos, o governador ganhou com mais de 5 mil votos ao ter conquistado nas urnas 12.499 votos (57,11%) enquanto Valadares Filho obteve 6.993 (31,955%)

Já o candidato a governador Eduardo Amorim (PSDB), que as últimas pesquisas mostravam que estava em um terceiro lugar bem distante, ficou atrás de Valadares Filho com menos de 10 mil votos ao conquistar 202.349 votos válidos (20,50%).

Outra grande surpresa das eleições foi a disputa para o Senado. As pesquisas sempre deram Antônio Carlos Valadares (PSB) liderando, com folga, o primeiro lugar para o Senado. Elas mostravam sempre na disputa pela segunda vaga de senador um empate técnico entre André Moura (PSC), Jackson Barreto (MDB), Heleno Silva (PRB) e Rogério Carvalho (PT).

Somente na véspera das eleições apenas um instituto de pesquisa mostrou o delegado Alessandro Vieira (REDE) em primeiro lugar, com Valadares empatado tecnicamente em segundo lugar e André Moura logo atrás em uma terceira colocação. Nessa mesma pesquisa o instituto mostrou Rogério Carvalho na sexta posição.

Computados os votos para o Senado constatou-se a vitória de Alessandro Vieira com mais votos que Belivaldo Chagas – 474.449 votos (25,95%) –  e de Rogério Carvalho – 300.247 votos (16,42%). Os dois derrotaram com uma diferença significativa André Moura, que obteve 251.213 votos (13,74%); Jackson Barreto (MDB), que conquistou 204.677 votos (11,20%); e o próprio Valadares, que amargou um quinto lugar com apenas 175.155 votos (9,58%).

Para a Câmara dos Deputados a surpresa foi Adelson Barreto (PR) ter perdido a reeleição junto com o filho/sobrinho, o deputado estadual Adelson Barreto Filho (PR), o Tijói. Adelson pai, que em 2014 foi o mais votado com 131.236 votos, nessas eleições obteve apenas 23.369 (2,34%) e o Tijói somente 3.606 votos (0,33%).

Para a Assembleia Legislativa a grande surpresa foi a vereadora Kitty Lima (REDE) ter sido eleita com 18.008 votos (1,66%), tendo mais votos que os deputados estaduais reeleitos Luciano Pimentel (PSB), que obteve 16.907 votos (1,56%), e Capitão Samuel (PSC), que conseguiu 15.770 votos (1,45%).

Com relação às eleições para governador e senador em Sergipe, o resultado das urnas desmoralizaram por completo os institutos de pesquisa, inclusive, o Ibope, que só faz errar no Estado.

Deixe Uma Resposta