Edvaldo solicita à Câmara autorização para empréstimo de R$ 100 milhões para retomada de obras

0

O prefeito Edvaldo Nogueira assinou, na manhã desta sexta-feira (11), projeto de lei, que será encaminhado à Câmara de Vereadores, solicitando autorização para contratar empréstimo no valor de R$ 100 milhões junto à Caixa Econômica Federal, que servirão para a retomada de 40 obras em Aracaju. Deste montante, mediante esforço da atual gestão, R$ 50 milhões já se encontram liberados, para serem utilizados como contrapartida de 21 obras, aguardando agora a autorização do poder legislativo municipal.

“Ao assinar esta mensagem e projeto de lei para encaminhar à Câmara, estamos dando um importante passo no cumprimento dos compromissos que firmei com os aracajuanos. Eu disse que iria retomar as 40 obras que deixei encaminhadas e com recursos assegurados no meu mandato anterior, mas que ficaram paradas na gestão passada. Este empréstimo, para o qual estamos solicitando a autorização do Poder Legislativo, nos dará as condições para reiniciarmos as obras. É um momento especial e de muita alegria”, disse o prefeito.

Desde que assumiu a prefeitura de Aracaju, Edvaldo tem batalhado pela liberação de recursos para a cidade. Já no dia 20 de janeiro, ele se reuniu com o presidente nacional da Caixa, Gilberto Occhi, quando tratou do programa de financiamento de contrapartidas de obras, o SEPAC. Ao longo do primeiro semestre, outras reuniões foram realizadas neste sentido, para garantir a liberação da verba de R$ 50 milhões. Com a autorização dos vereadores, os recursos serão efetivamente encaminhados para Aracaju, o que permitirá o início de 21 obras.

“A liberação dos primeiros R$ 50 milhões já está bem adiantada. Fomos várias vezes a Brasília, me reuni com Gilberto Occhi e com diretores do banco para lutar por este financiamento. Foi aprovado pela Caixa e agora precisamos da autorização da Câmara, para poder acessar os recursos e retomar 21 obras. Com os outros R$ 50 milhões, que também estão inseridos no projeto de lei, poderemos retomar as demais obras, que deixei encaminhadas, mas que ficaram paralisadas nos últimos quatro anos”, afirmou.

O presidente da Câmara, Nitinho Vitale, e os secretários Jefferson Passos (Fazenda) e Carlos Cauê (Governo), e o chefe de gabinete do prefeito, Renato Teles, acompanharam a assinatura da solicitação.

Fonte/PMA

Deixe Uma Resposta