Edvaldo: Réveillon foi celebração com o povo pelas vitórias de Aracaju

0
O prefeito Edvaldo Nogueira se uniu a milhares de aracajuanos e turistas para celebrar a chegada do novo ano na Orla da Atalaia. O Réveillon, que foi realizado pela prefeitura de Aracaju em parceria com o Banco do Estado de Sergipe e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), teve um significado especial: a alegria da retomada da festa, que no último ano da gestão passada, não ocorreu, e a comemoração pelas realizações da atual administração. O show contou com quatro atrações musicais e a queima de fogos, que iluminou o céu da cidade nos primeiros 15 minutos de 2018.
Ao realizar a contagem regressiva, o prefeito destacou a sua satisfação em ver retomado o Réveillon e fez votos de “um ano melhor para o país e de mais amor para o mundo”. “Estou muito feliz em trazer de volta o Réveillon, que não ocorria há dois anos. Graças à parceria com o Banese e o Setransp, voltamos a entrar o ano novo com uma festa linda como esta. Que 2018 traga muita paz, saúde e fraternidade para todos”, disse Edvaldo para a multidão.
Para o prefeito, a festa dá oportunidade para a “comemoração de muitas vitórias”. “É momento de muita alegria. A gente só pode comemorar, são muitas vitórias. Apesar das dificuldades, vencemos muitos desafios, e iremos trabalhar mais, fazer mais e melhor por Aracaju. Encontramos a prefeitura numa situação difícil. Mas enfrentamos os problemas. Pagamos rigorosamente os salários. Foi mais de R$ 1 bilhão em salários. Retomamos o funciona das escolas e dos postos de saúde, estamos realizando  o recapeamento asfáltico por toda a cidade, iniciamos a licitação da limpeza pública, estamos realizando obras. Fizemos muito e iremos avançar mais em 2018”, assegurou ele, que participou da festa ao lado da primeira-dama Danusa Silva.
A vice-prefeita Eliane Aquino destacou que a presença das pessoas representa o apoio da população ao projeto de cidade que está em curso. “O Réveillon de Aracaju é tradição e eu fico muito feliz em retormarmos essa festa tão linda. Ver a Orla de Atalaia lotada no Réveillon é muitíssimo significativo pra mim. Essas pessoas estão aqui porque acreditaram na nossa proposta de uma cidade para todas e todos. Feliz 2018, Aracaju. Que a fé, a esperança e o amor se renovem em cada coração e que possamos aproveitar todas as oportunidades que o novo ano nos trará”, afirmou.
“Com Réveillon, Edvaldo cumpre mais uma promessa”
Presidente do parlamento municipal, o vereador Nitinho Vitale disse que a retomada do Réveillon é o cumprimento de mais uma promessa de Edvaldo com os aracajuanos. “Edvaldo tem feito uma grande gestão desde o início. Tem cumprido todas as promessas de campanha. Fazer o Réveillon na Orla é mais uma delas. E o faz valorizando o artista da terra, o que representa a valorização do nosso povo”, afirmou.
Um dos responsáveis pela organização da festa, o presidente da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), Silvio Santos, ressaltou que o primeiro Réveillon da atual gestão foi “à altura das expectativas do povo”. “O esforço do prefeito Edvaldo Nogueira fez com realizássemos uma festa à altura das expectativas dos aracajuanos. Fizemos uma programação para todos os gostos. Oferecemos ao povo uma festa com muita segurança e tranquilidade. Famílias inteiras vieram para fazer uma grande confraternização e esperar que 2018 seja um ano de muitas conquistas”, disse.
O secretário municipal da Comunicação, Luciano Correia, que também responde pela realização do evento, salientou que a retomada do Réveillon, ao final do primeiro ano da gestão de Edvaldo Nogueira, se dá em “outro patamar da vida da cidade”. “O primeiro mérito é do trabalho do prefeito em buscar parcerias, inaugurando, de fato, um jeito novo de fazer política. Ele foi um administrador que lidou com as dificuldades desde o começo, com muita firmeza. A gente faz a virada em outro patamar. Os aracajuanos só irão ganhar em 2018. Aracaju realiza a sua retomada, a volta à qualidade de vida”, pontuou.
A festa
A programação do Réveillon começou por volta das 21h, quando a cantora Maysa Reis subiu ao palco, realizando a abertura da festa. Ela cantou por quase 90 minutos, fazendo a alegria de quem chegava para o evento. Logo em seguida foi a vez da banda The Baggios, que, diante de uma multidão, cantou até o momento da virada.
Feita a queima de fogos, que durou 15 minutos, foi a vez a banda pernambucana Patusco animar o povo já em 2018. Para encerrar a noite, o grupo Ultrassamba completou a mistura de ritmos que deu o tom da festa.
“O show teve um gosto especial com a retomada da festa. Ano passado ficamos na expectativa e infelizmente não aconteceu. Este ano, quando vi que teria a festa, fiquei feliz, e, com o convite, a alegria foi maior ainda. É momento de lazer para o povo, de atrair o turista para conhecer nossa cidade e de gerar renda para Aracaju”, destacou Maysa Reis.
O público presente aprovou a festa. O pedagogo Franklin Carlos disse que a festa “realmente estava linda”. “Eu sou de Aracaju, mas poucas vezes passei o réveillon na cidade. Fiquei muito surpreso com a diversidade e com a qualidade. A prefeitura está de parabéns”, comentou.
O baiano Robenilton Batista Ramos também aprovou e se emocionou com a queima de fogos. “Muito bonito. Ano passado, a gente ficou sem. Achei muito bom que retornou esse ano. A gente começa 2018 bem, feliz e emocionado”, destacou.
PMA

Deixe Uma Resposta