Edvaldo reúne secretários e discute ações preventivas de enfrentamento às chuvas em Aracaju

0

O prefeito Edvaldo Nogueira reuniu, nesta quinta-feira, 15, os membros do Comitê de Defesa Civil, responsável pelo gerenciamento de crises, para discutir as ações do Plano de Contingência para enfrentamento dos efeitos das chuvas em Aracaju. O trabalho, de caráter preventivo, prepara os órgãos da administração municipal para lidar com desastres, como alagamentos, enchentes e deslizamentos de terra.

“Este comitê tem um trabalho fundamental para a cidade, pois atua preventivamente para que estejamos preparados para enfrentar o período das chuvas, que ocorrem em Aracaju já a partir de março e se estendem até agosto. Não é possível evitar a ocorrência de chuvas ou de outros fenômenos climáticos, mas cabe ao poder público estar preparado para lidar com as situações adversas e dar respostas à sociedade. É para isto que este comitê foi criado”, afirmou o prefeito.

Na reunião, o coordenador da Defesa Civil Municipal, major Silvio Prado, detalhou o Plano de Contingência, no qual estão dispostos o diagnóstico das situações de crise da cidade – desde os bairros onde há construções em áreas de risco até os locais que historicamente enfrentam alagamentos – e as responsabilidades de cada uma dos órgãos que integram o comitê, como a própria Defesa Civil, as secretarias de Obras e Urbanização, de Serviços Urbanos, Saúde, Defesa Social, Assistência Social, Trânsito, Educação e Comunicação.

Como medidas já desencadeadas pela prefeitura para prevenir os efeitos nocivos das chuvas estão a limpeza de 32 canais na cidade, pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb); a manutenção de limpeza das tubulações de rede de drenagem, como bueiros e bocas de lobo, pela Empresa de Obras e Urbanização (Emurb). Já a Defesa Civil tem atuado na criação dos Núcleos de Defesa Social nos bairros com histórico de situações mais críticas, como Cidade Nova, Porto D’antas e Jabotiana.

“Além das ações que estão sendo realizadas, esta reunião serviu para que pudéssemos discutir novos encaminhamentos de trabalho do comitê como a ampliação dos serviços de limpeza dos canais e rede de drenagem, a identificação de locais que possam servir de abrigo caso haja desabrigados, a preparação logística de cada secretaria para as situações adversas, como a disponibilização de materiais de saúde, remédios, cestas básicas e colchões. Também acionaremos órgãos estaduais e federais que possam nos auxiliar. A ordem para a nossa equipe é estar em alerta”, explicou o prefeito.

Participaram da reunião os secretários Luiz Roberto (Emsurb), Sérgio Ferrari (Emurb), Waneska Barboza (Saúde), Luciano Correia (Comunicação), Luis Fernando (Defesa Social). Fernando Mendonça (Guarda Municipal), Renato Telles (Governo) e Ari Fernandes (SMTT).

Gerenciamento de Crise

A criação do Comitê de Gerenciamento de Crise foi um dos compromissos firmados pelo prefeito Edvaldo Nogueira com a população aracajuana. O grupo foi formado desde o início do ano passado, quando ocorreram as primeiras chuvas na cidade. Em 2018, com a criação do Comitê de Defesa Civil, as ações ficaram ainda mais estruturadas. “Aracaju caminha para se tornar uma cidade resiliente, capaz de enfrentar situações adversas, como são as chuvas e seus efeitos, de maneira organizada e com respostas rápidas e efetivas”, reforçou Edvaldo.

Fonte/PMA

Deixe Uma Resposta