É fogo

0

No final de semana a imprensa nacional divulgou declarações do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o sergipano Carlos Britto, praticamente defendendo a renúncia da presidente Dilma Rousseff. Disse Britto: “É exigido do chefe do Executivo que seja um estadista, um governante e um administrador. Quando falha nas três, a coisa fica delicada. E parece que é a situação da Dilma. Já não se reconhece nela nenhuma das três qualidades. O desafio dela é se reiventar”.
Será?
Por conta das declarações de Carlos Britto, já está sendo especulado que o ex-ministro do STF já trabalha com a hipótese de ser ministro da Justiça em um provável governo do atual vice Michel Temer (PMDB).

Deixe Uma Resposta