Distribuição do fundo partidário

0

O partido que mais vem liberando recursos do fundo partidário para seus candidatos nas eleições deste ano. Já liberou R$ 1,4 milhão para o deputado federal Adelson Barreto, que disputa a reeleição; destinou também R$ 1,4 milhão para o candidato a deputado federal Bosco Costa, que já foi federal; R$ 500 mil para o deputado estadual Adelson Barreto Filho, que vai para a reeleição; e o candidato a deputado estadual Talysson, filho do prefeito Valmir de Francisquinho (PR), também recebeu R$ 500 mil.

PR 2

O que se ver é que o PR destinou o mesmo recurso do fundo partidário a quem está com mandato de deputado federal e estadual e aos que têm chances de se eleger para a Câmara dos Deputados e para a Assembleia Legislativa. Todavia, o partido não destinou um centavo para a candidata a deputada estadual Janier Mota, que é vice-prefeita de Itabaianinha.

PT

O partido, comandado em Sergipe pelo ex-deputado federal Rogério Carvalho, deu tratamento igualitário ao deputado federal João Daniel e ao ex-deputado federal Márcio Macedo ao repassar R$ 450 mil do fundo partidário para cada um deles. Mas repassou apenas R$ 34 mil para a candidata a uma cadeira na Câmara, Professora Angel. Não há nenhum repasse do PT para o deputado estadual Francisco Gualberto e o candidato a deputado estadual Esmeraldo Leal. O candidato a senador Rogério Carvalho recebeu apenas R$ 500 mil do fundo partidário.

PSD 1

A legenda, comandada em Sergipe pelo deputado federal Fábio Mitidieri, foi generosa com a candidatura de Maisa Mitidieri a deputada estadual. O Diretório Estadual destinou R$ 1 milhão para a candidata, que é irmã de Fábio; R$ 200 mil para o deputado estadual Jeferson Andrade; R$ 100 mil para o deputado estadual Robson Viana; e R$ 100 mil para o candidato Adailton Martins, irmão do prefeito da Barra dos Coqueiros, Airton Martins. A deputada estadual Goretti Reis não declarou doação alguma.

PSD 2

Maisa Mitidieri, inclusive, recebeu mais que Fábio Mitidieri, candidato a reeleição de deputado federal. Ele declarou ao TRE ter recebido R$ 670 mil do Diretório Estadual. O partido em Sergipe repassou R$ 2 milhões para a candidatura de Belivaldo Chagas.

PSB

O partido, presidido em Sergipe por Valadares Filho, não repassou quase nada do fundo partidário para os candidatos proporcionais. Elber Batalha, candidato a deputado federal, até o momento não recebeu nenhum recurso do fundo partidário, assim como o deputado estadual Luciano Pimentel. Os demais candidatos a uma cadeira na Assembleia Legislativa receberam apenas R$ 1.431,50. Entre eles: Edney Caetano, Bin Laden e Danilton – o Liso. O candidato a governador Valadares Filho recebeu R$ 1.150,00 do Diretório Estadual e o senador Valadares o valor de R$ 500 mil.

PSC

A legenda, presidida no estado pelo deputado federal André Moura,  ainda não fez repasse do fundo partidário para os deputados estaduais que disputam a reeleição. Capitão Samuel, Gilmar Carvalho, Venâncio Fonseca e Dr. Vanderbal ainda não declararam ao TRE qualquer recebimento de recursos do fundo partidário, apenas de doações de pessoas físicas. Assim como o candidato a deputado federal pastor Antônio dos Santos e o candidato a deputado estadual Ibrain Monteiro. Somente o candidato a senador André Moura recebeu do fundo partidário R$ 1 milhão.

PRB

O Diretório Nacional do PRB, presidido em Sergipe pelo deputado federal Jony Marcos, repassou R$ 870 mil para o candidato a senador Heleno Silva e R$ 460 mil para Jony, que disputa a reeleição. Já repassou R$ 210 mil para a candidata a deputada estadual Adriana Leite, esposa do candidato a vice-governador Ivan Leite. Não fez nenhum repasse para o deputado estadual Jairo de Glória.

DEM

Nem o candidato a governador Mendonça Prado nem a candidata a deputada estadual Ana Alves, filha do ex-governador João Alves e da senadora Maria do Carmo Alves, receberam qualquer recurso do fundo partidário. Somente doação de pessoa física. Mendonça recebeu R$ 147 mil e Ana a importância de R$ 375 mil.

Rede

O Diretório Estadual repassou para o deputado estadual Georgio Passos a importância de R$ 400 mil e para o também deputado Moritos Matos o valor de R$ 450 mil. Não repassou nenhum recurso para o candidato a governador Dr. Emerson e apenas R$ 400,00 para o candidato a senador Alessandro Vieira. Dr. Emerson declarou doação de R$ 36 mil de pessoa física e jurídica e Alessandro o valor de R$ 16.286,00 também de pessoa física e jurídica.

PDT

O partido destinou apenas R$ 100 mil para o candidato a deputado federal Fábio Henrique. Com isso, Fábio, que esperava receber um bom recurso do fundo partidário recuou da vontade de colocar o seu irmão Adilson Júnior como candidato a deputado estadual no lugar da esposa deputada Silvia Fontes, que é candidata à vice de Valadares Filho. Ele chegou a registrar a candidatura do seu motorista Marques Bispo de Souza, o Lampião de Aracaju, com o número de Silvia (12345), para guardar a vaga de Adilson caso recebesse um bom fundo partidário.

Deixe Uma Resposta