Delegada Geral explica mudanças na direção do Deotap

0

A Delegada Geral da Polícia Civil, Katarina Feitoza, concedeu uma entrevista coletiva no início da tarde desta quinta-feira, 05, na sala de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, para esclarecer as mudanças realizadas no comando do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap). A delegada geral anunciou que o Deotap passa a ser coordenado pela delegada Thais Lemos, que assumirá o lugar da delegada Daniele Garcia, transferida para uma função estratégica no Departamento de Narcóticos (Denarc).

Durante a entrevista coletiva, Katarina esclareceu que houve algumas mudanças na estrutura da Polícia Civil, que serão em breve publicadas em Portaria, mas que de ante mão já estava anunciando as mudanças no Deotap. Katarina disse que a delegada Thais Lemos já foi a titular da antiga Delegacia Especializada da Ordem Tributária (Deot), unidade da Polícia Civil que antecedeu o Deotap. Thaís Lemos já atua desde março deste ano na força-tarefa criada para investigar casos de crimes contra a administração pública no Deotap.

Perguntada sobre o perfil da nova diretora, a delegada geral declarou que Thaís tem total qualificação para assumir o Departamento, “A delegada que assume a pasta, já desenvolveu um belo trabalho enquanto atuava na antiga Deot, e dará prosseguimento ao trabalho já desenvolvido pela delegada Daniele Garcia, que nos últimos anos mostrou resultados muito gratificantes para a segurança do Estado, bem como para a população sergipana”, disse.

Katarina ressaltou, ainda, que a própria Daniele Garcia ao ser comunicada das mudanças no Deotap, solicitou ir trabalhar no Denarc, um dos mais importantes departamentos da Polícia Civil. “Daniele assumirá função de destaque no Departamento de Narcóticos (Denarc), tendo em vista que o combate ao tráfico de drogas ocasiona uma diminuição do número de homicídios e da violência no Estado”, salientou

As mudanças serão oficializadas em Portaria a ser publicada pela própria Katarina Feitoza nos próximos dias. Segundo Feitoza, as mudanças em curso têm  como  objetivo oxigenar a Polícia Civil e fortalecer o combate ao tráfico de drogas e provocar um impacto ainda mais evidente na diminuição de outros de tipos de crimes, como homicídios e roubos. A Portaria a ser publicada ainda reforçará a atuação do Deotap, notadamente n os crimes de sonegação fiscal.

Também foi esclarecido que os inquéritos de crimes contra a administração pública continuam normalmente e os respectivos resultados serão apresentados muito em breve à sociedade. A SSP lembra que ajustes nas equipes nas unidades da Polícia Civil são atos administrativos permanentes da Delegacia Geral e ressalta o compromisso em manter e concluir todos os casos de investigação em andamento no Deotap.

Fonte/SSP

Deixe Uma Resposta