CURTAS

0

O arcebispo de Aracaju, Dom João José, visitou ontem na Assembleia Legislativa os quatro membros do Movimento dos Pequenos Agricultores de Sergipe que fazem greve de fome na Casa contra a reforma da previdência. A greve foi iniciada na segunda-feira passada. Foi prestar solidariedade.

A Comissão Executiva do PSDB e integrantes das bancadas do partido na Câmara e no Senado decidiram ontem fechar questão a favor da aprovação da reforma da Previdência. Mas a sigla não definiu se haverá punição para os parlamentares que votarem contra a reforma. O senador tucano Eduardo Amorim (SE) tem se colocado contrário a reforma.

Além do PSDB, os partidos PMDB, PTB e PPS já orientaram a bancada a votar a favor da reforma da previdência e, inclusive, ameaçam penalidades, como suspensão de atividades partidárias ou até mesmo expulsão da legenda.

A perspectiva do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), é marcar hoje a data de início da apreciação da reforma da Previdência pelo plenário da Casa. Para ser aprovada, a matéria precisa do apoio de pelo menos 308 votos, em dois turnos.

O deputado federal Fábio Mitidieri e o senador Eduardo Amorim não acreditam que a reforma previdenciária seja votada ainda este ano. Acham que o governo Temer não terá os votos necessários para sua aprovação.

Deixe Uma Resposta