Com libertação ou não, Lula disputará as eleições”, garante João Daniel

0

A expectativa de ver o Brasil voltar a ter esperança foi o sentimento durante o lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República, realizado em Contagem (MG). O deputado federal João Lula Daniel (PT/SE) esteve presente o ato e ressaltou a importância desse posicionamento de toda militância e direção do Partido dos Trabalhadores, aliados e lideranças de partidos de esquerda que defendem sua pré-candidatura.

“É uma decisão unânime do PT, de todos os seus governadores, senadores, deputados e da Direção Nacional de que Lula é nosso candidato e no dia 15 de agosto seu nome será registrado para concorrer à Presidência”, afirmou. Segundo João Daniel, o lançamento foi um ato bonito, com a participação da militância, da juventude e, inclusive, participação ao vivo dos que continuam fazendo a resistência contra sua prisão política no acampamento em Curitiba (PR), próximo ao local onde está o ex-presidente.

João Daniel ressaltou que espera que em breve Lula seja libertado, pois não deveria nem estar preso ou ser réu nesse processo, pois não há qualquer prova. No entanto, ele acrescentou que, caso não ocorra a libertação, mesmo assim sua candidatura será registrada e o partido entrará na Justiça solicitando que ele tenha o direito de fazer a gravação do programa eleitoral. “Ele fará o programa eleitoral e temos total esperança de que a justiça seja feita e o STF o TSE façam uma revisão da injustiça e ilegalidade cometida contra ele pelo juiz Sérgio Moro e o TRF 4, para corrigir este erro, fazer justiça e garantir a nossa Constituição”, acrescentou, ressaltando que nossa Carta Magna diz que nenhum cidadão pode ser preso sem sentença transitada e julgada, após ter passado em todas as instâncias.

O deputado lembrou que Lula foi o primeiro operário a chegar à Presidência da República no Brasil, ajudou a eleger a primeira mulher presidenta do país e, se a justiça não for feita antes do período eleitoral, podemos ter o primeiro preso político eleito presidente da República. “Temos andado o país inteiro e as pesquisas mostram que ele não cai na popularidade. Quem cai são os que ajudaram a dar o golpe no Brasil, retirar Dilma da Presidência e tirar Lula da disputa eleitoral. Com libertação ou não, Lula disputará as eleições. Temos confiança que a justiça será feita nas instâncias superiores, dando direitos políticos àquele que foi e é o maior líder popular e maior presidente da história do Brasil”, disse João Daniel, ressaltando que agora Lula está ainda mais preparado para governar o país e trazer de volta o otimismo e a felicidade para o povo brasileiro.

Da assessoria

Deixe Uma Resposta