Ciosp recebeu 448 denúncias sobre estabelecimentos comerciais que descumpriam decreto

0

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) registrou até às 18h deste sábado (21), 448 ligações de diversas partes do estado para pedir ajuda às forças de segurança pública no cumprimento do decreto governamental 40.563/2020, que prevê medidas no combate à pandemia do coronavírus.

Segundo o Ciosp, pelo menos 126 casos de desobediência foram registrados de pessoas que insistiam em descumprir o que determina o decreto, em meio a crise do Coronavírus. Os policiais militares fecharam os estabelecimentos e irão encaminhar o relatório da ocorrência para o Ministério Público, que avaliará cada caso.

O tenente-coronel Eduardo Brandão, diretor do Ciosp, explica que muitas pessoas interpretam que o cumprimento do decreto é para um bem menor. “O estado está preocupado em preservar vidas. Muitas pessoas não perceberam que a doença pode se espalhar e trazer um prejuízo sem precedentes. Queremos trazer civilidade para pessoas que acham que estão numa bolha e que viver em sociedade é colocar em risco as outras pessoas”, avaliou o coronel Brandão.

No período da tarde, os policiais foram a uma igreja no conjunto Orlando Dantas, onde aconteceria um casamento e avisaram que a cerimônia não poderia acontecer. Na região da Orla, Coroa do Meio, Centro da cidade, algumas lojas ainda insistiam ficar abertas até o início da tarde, mas foram fechadas. Cerca de 30 pessoas foram afastadas de uma quadra de esportes no Augusto Franco, onde jogavam futebol.

Vale lembrar que as forças de segurança pública estão à disposição pelos números 190 do Ciosp, o Disque Denúncia 181 da Polícia Civil e o 156 (Prefeitura de Aracaju). O atendimento acontece 24 horas.

Deixe Uma Resposta