Caos financeiro: Zezinho alerta para a necessidade de mobilizar a sociedade

0

“A atual crise econômica deveria servir como uma oportunidade para mobilizar o país em torno de realização de reformas que confiram à gestão dos recursos públicos, o mínimo de racionalidade, a começar pela constatação primária de que despesas não podem ser maior que as receitas”. A fala é do deputado estadual Zezinho Guimarães (PMDB), ao reproduzir editorial do Jornal o Estado de São Paulo, intitulado “Cedo ou tarde, a conta chega”, no qual o editorialista faz uma análise sobre “a escancarada irresponsabilidade fiscal “, que resulta num difícil quadro financeiro enfrentado por todos os Estados.

Em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, Zezinho defendeu a necessidade de políticas públicas sérias, que corrijam, estruturalmente, as finanças do Brasil e dos Estados e, por consequência, dos municípios. “Se os administradores não tiverem a coragem de trazer a sociedade para fazer um diagnóstico sério, vamos ter problemas irreversíveis, como já estamos tendo nos Estados, inclusive, em Sergipe”, alertou. Zezinho externou sua a tristeza ao ver o Rio Grande do Sul, um dos Estados mais ricos do Brasil em uma situação catastrófica. “É lamentável saber que o Rio Grande do Sul vai fazer escola nesse país. O que aconteceu lá, está ocorrendo em diversos Estados brasileiros; a receita está menor que a despesa. E quando isso acontece não tem jeito, ou corta-se na carne, ou os Estados vão virar um caos”, advertiu.

O deputado disse ainda que, o caos nas finanças já são visíveis, sobretudo, nos municípios, cuja maioria já não consegue pagar a algumas categorias de servidores, como os comissionados e o piso nacional dos professores. “Esse é uma situação visível e que se repete sempre em todos os lugares desse país. Ou todos nós, incluindo ai a sociedade como um todo, nos juntamos, ou teremos gestões inviabilizadas, Estados falidos”, observou Zezinho.

“Há mais ou menos 25 dias atrás tivemos uma reunião bastante proveitosa, onde assistimos uma palestra de um arquiteto urbanístico de Caxias – RJ, e outra excelente palestra sobre mobilidade urbana. Na oportunidade convidei o ilustre palestrante que é deputado estadual por Caxias e arquiteto urbanístico para que pudesse vir a esta cidade dizer da experiência em que ele tratou principalmente os BRTS, que acontece naquela cidade. Mas tivemos o dessabor de ver o Rio Grande do Sul um dos estados mais ricos do Brasil em uma situação simplesmente catastrófica onde não se via polícia, funcionários em greve, a gente na porta do hotel e passavam caminhadas de funcionários públicos em greve. Uma situação calamitosa a situação do Rio Grande do Sul”.

“E me causou tristeza ver uma economia tão pujante como a do Rio Grande em uma situação daquela. E lendo os jornais daquela cidade, eu tive a oportunidade de ver um artigo de uma felicidade impar do jornalista…”

“ É lamentável e a gente percebe que o Rio Grande do Sul vai fazer nesse país escola, estou dizendo isso com tristeza até, porque o que aconteceu no Rio Grande do Sul há alguns meses para cá, está acontecendo em diversos Estados brasileiros, a receita está menor que a despesa. E no fundo no fundo todos nós sabemos que quando isso acontece não tem jeito, ou corta-se na carne, ou os Estados vão virar um caos a exemplo do que está os municípios brasileiros. Os 550 mil municípios já não conseguem e a gente já percebe isso claramente, os professores não recebem em quarenta municípios, os funcionários comissionados já não recebem, e aí pode ter certeza que vai acontecer um caos nas finanças”.

UNALE – A União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) realizou seminário no mês passado com o intuito de levar os deputados estaduais para o conhecer e debater a realidade do interior do Brasil. O deputado Zezinho Guimarães (PMDB) participou deste evento, que aconteceu no Rio Grande do Sul, e afirmou que o foi bastante proveitoso.

Um dos temas debatidos no seminário foi a mobilidade urbana, conduzido pelo presidente da Companhia Riograndense de Artes Gráficas (Corag), arquiteto Vinícius Ribeiro. O deputado Zezinho Guimarães, convidou o arquiteto para vim a Aracaju e falar sobre a experiência em que ele tratou principalmente os BRTs – Transporte Rápido por Ônibus.

O parlamentar externou sua tristeza ao ver o Rio Grande do Sul, um dos estados mais ricos do Brasil em uma situação catastrófica. “Não se via greve, nem de polícia ou dos funcionários públicos, uma situação calamitosa a situação do Rio Grande do Sul”. Disse

A economia do Rio Grande do Sul também foi destacada pelo parlamentar, que apresentou um artigo de um jornalista do gaúcho que retrata a atual situação do Estado que a cada dia têm perdido o poderio.

Da assessoria parlamentar

Deixe Uma Resposta