Câmara Municipal de Propriá realiza a primeira sessão itinerante do ano

0

Na noite da última terça-feira, 04, o Povoado São Miguel sediou a primeira edição da Câmara Itinerante de Propriá em 2017. A pedido do Padre da Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Isaías Nascimento, o evento aconteceu em frente ao Salão Paroquial Irmão Guido Michel, onde populares lotaram o local para acompanhar os trabalhos. Além dos vereadores, o Padre também compôs a mesa da sessão, que foi transmitida ao vivo pelas rádios Ilha Fm (102,9) e Propriá Fm (104,9). A Polícia Militar do Estado de Sergipe e a Guarda Municipal de Propriá deram suporte ao evento.

Ao fazer a abertura, o presidente da Câmara, José Aelson (PSD), frisou que a sessão ordinária foi realizada de forma itinerante, de acordo com a Lei Orgânica do Município e de uma Resolução Interna da Casa Legislativa, atendendo às solicitações de todo o colegiado que demonstrou interesse em ouvir a comunidade. “Estamos iniciando essas sessões diferenciadas pois de nada adiantaria se estivéssemos aqui só para votar e colocar em discussão algumas matérias, se não ouvíssemos a população. No Grande Expediente vamos abrir para população”, afirmou. A última sessão itinerante aconteceu em 2010, neste mesmo Povoado, quando José Aelson (PSD) era presidente da Câmara.

Na oportunidade, os vereadores aproveitaram o ensejo para discutir e sugerir ao Poder Executivo Municipal e Estadual ações direcionadas a melhorias na qualidade de vida dos moradores de todos os povoados do município. No total, foram aprovados seis Requerimentos, cinco Indicações e quatro Pedidos de Providência. Posteriormente, quando iniciado o Grande Expediente, José Aelson solicitou a quebra de interstício regimental para que houvesse a participação de moradores daquela localidade.

O Padre Isaías Nascimento foi o primeiro a usar a palavra, entregando aos vereadores uma lista de prioridades com solicitações de ações cabíveis de melhorias para a comunidade local em distintas áreas. O pároco ressaltou que várias já haviam sido utilizadas como requerimentos pelos parlamentares. “É um ganho popular quando o Legislativo anda pelas comunidades e tem a interlocução, estreitando os laços”, ressaltou.

O ex-prefeito da cidade, Luiz Chaves, aproveitou a ocasião para discutir, entre outros temas, a questão da Reforma da Previdência. O morador local Manuel Adelmo Santos, 57 anos, servidor público, demonstrou felicidade em dois assuntos: a representatividade de um morador do povoado na Câmara Municipal, o vereador Júnior de São Miguel (PHS), e a realização da sessão. “O que ouvimos aqui nos deixa alegres e temos que acreditar sim, pois sem representantes, como nosso município vai andar? Precisamos de vocês e acreditamos nas suas ajudas para fazer o bom e o melhor para o nosso povo”, destacou.

Ao final da sessão, os vereadores Heldes Guimarães (PT), Marcos Graça (PSC), Pequeno (PPS), Samuel Cunha (PSC) e Junior de São Miguel (PHS), e a vereadora Dilma da Colônia (SD) também fizeram o uso do Grande Expediente. “A noite foi maravilhosa. Pudemos estar frente a frente com os moradores de São Miguel, não apenas pra mim, que moro aqui. Mas acredito que todos os colegas vereadores gostaram desse contato com essa gente educada e hospitaleira do maior povoado da nossa cidade”, afirmou em tom emocionado o parlamentar anfitrião da sessão, Junior de São Miguel.

Da assessoria

Deixe Uma Resposta