Câmara dos deputados aprova mais um projeto defendido por André Moura

0
andremouraUm projeto de emenda à Constituição (PEC) encampado pelo líder do PSC na Câmara dos Deputados, André Moura, que vincula a remuneração de carreiras da Advocacia-Geral da União, delegados civis e federais, e Procuradorias dos Estados e de municípios com mais de 500 mil habitantes e do Distrito Federal, a 90,25% do salário de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), foi aprovado em 1º turno na madrugada deste quinta-feira.
Na sexta-feira passada, 31, o parlamentar sergipano recebeu na sede do PSC em Sergipe uma comissão de representantes da Associação de Delegados da Polícia Federal (ADPF) e Advogados Públicos da União (AGU), solicitando o apoio dele junto ao presidente Eduardo Cunha para colocar em votação a PEC 443/09, aprovada por 445 votos favoráveis, 16 contrários e 6 abstenções. Atualmente, ministros do STF recebem o teto do funcionalismo público, de R$ 33,7 mil. Com a vinculação, a remuneração das carreiras citadas na PEC aprovada passará a ser de R$ 30,4 mil, valor próximo ao da presidente da República ? R$ 30,9 mil.
André Moura considerou a matéria muito importante, por trazer benefício não somente às classes, mas também à população, pois contará com profissionais do serviço público melhor remunerados. “É sabido que ao longo do tempo houve uma defasagem salarial destes servidores e é de fundamental importância a valorização dos serviços que prestam por meio dos salários, e assim possam colaborar de forma ainda mais dedicada no combate à corrupção e à impunidade”.
 Por AssCom/AM

Deixe Uma Resposta