Bittencourt afirma que o PSB trabalha pelo pior para Aracaju e Sergipe

0

O vereador Professor Bittencourt (PCdoB), líder do prefeito na Câmara Municipal de Aracaju, faz uma dura crítica aos embargos declaratórios solicitados pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) alegando inconstitucionalidade sobre a Lei que alterou o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) de Aracaju. Nesta quarta-feira, 16, o Tribunal de Justiça de Sergipe pediu vistas e os embargos serão apreciados novamente no fim deste mês.

“Os embargos apresentados pelo PSB não têm a menor intenção de promover qualquer reparação ou justiça. Eles estão poucos interessados nisso. O objetivo principal do partido de Valadares Pai e Filho, via Elber Batalha Filho, é criar elementos para prejudicar e desequilibrar a gestão de Edvaldo Nogueira, promovendo o caos. A maior tristeza deles é que a Prefeitura está indo bem, as coisas estão acontecendo, o que torna cada vez mais difícil sonhar com o PSB sobre o comando da Prefeitura de Aracaju. O Valadares Pai não terá na sua biografia, a possibilidade de presentear o filho com mais um mandato”, afirma Bittencourt.

Vale lembrar que mudança no valor do IPTU em Aracaju foi aprovada na gestão do prefeito João Alves Filho (DEM), aplicando um reajuste anual de 30%. No ano passado, Edvaldo Nogueira enviou Projeto de Lei à Câmara Municipal para derrubar esse reajuste e conseguiu. Vitória do povo de Aracaju.

“A PMA está muito tranquila e ciente do que está sendo realizado nesse período. Acreditamos que a Justiça tomará a decisão correta, com a costumeira isenção. Mas não vamos nos furtar para revelar as verdadeiras metas do PSB, que até hoje não digeriu a derrota que sofreu na cidade de Aracaju por três vezes. Eles sonham em conquistar a Prefeitura, até mais que o Governo. É a sua última tábua de salvação nesse mar-revolto que a política aponta. A candidatura de Valadares para Governo este ano é um mero balão de ensaio meramente preocupado para concorrer nas eleições de 2020 na cidade de Aracaju”, garantiu.

O líder do prefeito na Câmara lamenta as intrigas causadas pelo PSB, avaliando que esta é a pior forma de fazer política pela oposição, resultando na falta de compromisso em atender aos interesses da população. “Eles dormem, sonham e acordam torcendo pelo quanto pior melhor. Lamento muito. Gostaríamos de ter na seara política, um nível de discussão mais elevado de modo educado e respeitoso onde, mesmo sendo oponentes, fosse possível fazer as críticas, aprendendo sugestões e alternativas para resolver os problemas. Eles são, para nosso campo político, a expressão mais temerária da velha política”, disse.

Bittencourt critica a postura do senador Valadares ao afirmar que o PSB é a nova política em Sergipe. “Qual é essa nova política? Valadares apoiou a ditadura, apoiou o governo de Sarney, foi governista com Fernando Henrique, apoiou Lula, Dilma, ajudou a derrubar Dilma com o golpe parlamentar e apoiou o governo Temer. Agora chora como ‘Madalenas Arrependidas’ ao ver o desmantelo e a retumbante impopularidade do governo que eles ajudaram a construir no Brasil. Em Sergipe, o PSB apoiou Marcelo Deda, Jackson Barreto, brigou com Jackson Barreto. O ex-líder da oposição na Câmara já foi líder de Edvaldo na CMA. Na verdade, eles perderam o rumo. Agora aparecem tentando brincar com a memória dos sergipanos dizendo que é o novo. Isso é um desrespeito”, enalteceu.

Ainda na opinião de Bittencourt, “o PSB cabe uma nova nomenclatura: ‘Partido Sai de Bandinha’. Participa de todos os Governos e sai como se nunca tivesse feito parte deles, vociferando as mais descabidas críticas. Nossa sorte é que o cidadão sergipano é inteligente. Verdadeiramente, o que objetiva o PSB nesse processo é criar condições que inviabilizem a gestão de Edvaldo Nogueira. Eles nunca lutaram em favor da cidade. Na administração de João Alves, dos dois vereadores do PSB, um era declaradamente Alvista. Ambos foram coniventes com todo o desmantelo causado à nossa capital”.

Da assessoria

Deixe Uma Resposta