Bertulino diz que João está refém do secretariado

0

bertulinoOs serviços de recapeamento asfáltico e tapa-buracos estão suspensos em Aracaju.  Foi o que denunciou o vereador Bertulino Menezes ( PSB/SE) , em pronunciamento durante o pequeno expediente,  na manhã desta terça-feira, 08/09.

Segundo o parlamentar,  os funcionários da Emurb que desenvolvem serviços externos paralisaram, na manhã de hoje, os serviços em protesto pela falta de pagamento.  ” Não tem dinheiro para nada. Não pagaram vale-transporte, não pagaram salário de agosto,  não pagaram ticket alimentação” , criticou,  ao lembrar que a Prefeitura de Aracaju investiu um grande volume de recursos em marketing e propaganda para divulgar o programa que recebe o nome de “Rodando no Macio”.

Bertulino também lamentou a crise na Emsurb, que já acumula uma dívida de R$ 28 milhões junto à prestadora de serviços,  tendo provocado três paralisações nos últimos dois meses por falta de pagamento do salário dos garis e margaridas. ” Tudo em decorrência desta crise que vem se arrastando há meses na Emsurb.  No final de semana, os garis ameaçaram paralisar. Só suspenderam a greve em atenção a uma promessa de pagamento do secretário municipal de Finanças, Jair Araújo”.

Classificando o problema como uma relação complicadíssima entre  a Emsurb e a empresa Torre, o  vereador advertiu que se não houver o pagamento amanhã,  os funcionários voltam a paralisar a coleta de lixo em Aracaju.

Bertulino alertou para a gravidade do problema enfrentado pelos funcionários terceirizados da Emurb, contratados pela empresa Classe A. “Nem as pensões alimentícias foram recolhidas” , condenou. Ele lembrou que o não recolhimento judicial é passivo de prisão do genitor e do gestor público.

“Quero registrar a minha insatisfação com esta administração e com o prefeito João Alves, que tem se mostrado refém deste secretariado”, afirmou.

Assessoria de imprensa

Deixe Uma Resposta