Amase protocola requerimento que pede eleição direta no TJSE

0

A Associação dos Magistrados de Sergipe (Amase), mais uma vez,  luta pela eleição direta para Mesa Diretora do Tribunal de Justiça de Sergipe. No final da manhã desta quarta-feira, 05, apresentou nova proposta de Emenda Regimental ao Tribunal Pleno do TJ/SE visando  implementar a adoção do voto direto, por todos os magistrados, para escolha dos integrantes da Administração do Tribunal,  exceto o cargo de Corregedor Geral.

Segundo o presidente da Amase, juiz Gustavo Plech, não se trata apenas de democratizar a estrutura administrativa do Poder Judiciário, mas, principalmente, de se permitir a escolha daquele Membro do Segundo Grau que, para a maioria dos demais integrantes da magistratura,  apresente-se como o melhor gestor e administrador da coisa pública, o que necessariamente reverterá em prol dos serviços judiciais postos a disposição da população, à medida em que os recursos sejam carreados com foco para os setores mais necessitados.

 O presidente da Amase, juiz Gustavo Plech,  retoma o assunto convencido que a conjuntura atual do TJ/SE é outra e, por essa razão,  confiante na prevalência de uma visão moderna e coadunada com os ares da democracia, encontra-se extremamente confiante no sucesso do pleito,  inobstante tal pretensão tenha sido negada em pleito anterior.

 “Contamos com o apoio de mais de 90% dos magistrados do primeiro grau, conforme recente enquete realizada entre os membros da justiça sergipana,  sem contar que no Pleno temos o voto favorável do Desembargador Ricardo Múcio,  atual Corregedor Geral do TJ/SE,  sendo muito provável que tenhamos também a simpatia do Presidente do Tribunal e bem como da maioria dos membros que formam atualmente o Tribunal Pleno, daí a nossa esperança de que nosso Judiciário reconhecerá a importância da participação de todos os seus membros,  do primeiro e segundo graus,  no legítimo e democrático processo de escolha daqueles que comporão a Mesa Diretora”, defende Plech.

Deixe Uma Resposta