Acadepol inicia atividades práticas relacionadas a armamento e tiro na formação dos futuros delegados da Polícia Civil

0

Na manhã desta segunda-feira, 06, a Academia de Polícia Civil de Sergipe (Acadepol) deu continuidade às aulas práticas do Curso de Formação de Delegados. Uma das aulas teóricas foi ministrada por Tânia Maria Resende Carvalho, da Escola Superior da Polícia Civil do Estado de Goiás. Na parte prática, as instruções no estande de tiro foram conduzidas pelo delegado Wanderson Bastos e pelo agente Ricardo Porto.

“Trabalho com o eneagrama, uma ferramenta de gestão de pessoas e que trabalha as personalidades das pessoas. Com os alunos, também abordei sobre liderança e o relacionamento interpessoal, pois é importante trabalharmos a gestão de pessoas”, mencionou Tânia Resende.

O curso tem duração total de 360h e tem fortalecido a parte prática das instruções. “Estamos entrando na parte de armamento e tiro e de estágio, que é fundamental para unir a teoria e prática. Os alunos precisam estar aptos a seguirem para as delegacias e atuar nas funções de delegado”, comentou o delegado João Batista Santos Júnior, diretor da Acadepol Sergipe.

Uma das disciplinas do Curso de Formação trata da plataforma de Procedimentos Policiais Eletrônicos (PPE), em funcionamento em todas as delegacias de Sergipe. O sistema proporciona celeridade e modernização no trabalho executado pela Polícia Civil. Para os alunos, todos os conhecimentos são importantes nessa fase de aprendizado. “Finalizamos o primeiro módulo que tratou da parte teórica e iniciamos agora a parte mais prática do nosso Curso de Formação, que aproxima o aluno da realidade dos procedimentos policiais e da rotina enfrentada pelos delegados da Polícia Civil de Sergipe”, finalizou o aluno Gregório Bezerra.

Deixe Uma Resposta